Empresário deve estar atento ao período que antecede a data-base do setor: demissão gera multa

Empresário deve estar atento ao período que antecede a data-base do setor: demissão gera multa

Empresário paga multa se demitir nos 30 dias que antecedem a Convenção

Legislação » 12/08/2011

De acordo com a Lei 7238/84, a demissão do funcionário durante os 30 dias que antecedem a data-base da categoria incide em pagamento de indenização equivalente ao salário mensal do empregado. De acordo com o Departamento Jurídico do Sindivarejista, portanto, o empresário deve evitar a demissão a partir de julho (60 dias antes da data-base, que é 1º de setembro), uma vez que a lei leva em conta o aviso-prévio. Ou seja, quem demitir em julho terá no registro do funcionário a data de desligamento em agosto, após aviso-prévio, mesmo que este seja pago.

O texto do artigo 9º da Lei 7238/84 diz o seguinte: “O empregado dispensado, sem justa causa, no período de 30 dias (trinta dias) que antecedem a data de sua correção salarial, terá direito à indenização adicional equivalente a um salário mensal, seja ele optante ou não pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)”.

Segundo o advogado Thiago de Oliveira, do Departamento Jurídico do Sindivarejista, o tempo do aviso-prévio também deve ser considerado, mesmo que ele seja pago. Isso quer dizer que o que conta é o último dia da projeção do aviso-prévio ou o último dia trabalhado (caso não haja indenização e o funcionário dispensado trabalhe neste período).

Por isso, explica o advogado, a partir de julho deve-se ficar atento às dispensas de funcionários, porque caso haja demissão haverá o pagamento desta multa (um salário a mais no acerto).

Fonte: Assessoria de Imprensa Sindivarejista (imprensa@sindivarejistacampinas.org.br

Adriana Menezes e Araceli Avelleda - (19) 3775-5560

adriana.menezes@sindivarejistacampinas.org.br ; araceli.avelleda@sindivarejistacampinas.org.br

versão para impressão Enviar para amigo Entre em contato
notícias relacionadas

1

Legislação » 21/10/2014 |

Sindivarejista orienta: trabalho no comércio é legal na eleição dia 26

O varejista pode contar com o trabalho do seu funcionário, mas deverá proporcionar tempo hábil para que ele exerça o direito e obrigação de votar [+]

2

Legislação » 17/10/2014 |

Portaria define uso de moto para o trabalho como atividade perigosa

Empregador deve ficar atento ao adicional de periculosidade caso a atividade esteja enquadrada na descrição da Portaria 1565 do Ministério do Trabalho e Emprego [+]

3

Legislação » 08/10/2014 |

Nota fiscal sem imposto discriminado já pode gerar multa, segundo FecomercioSP

FecomercioSP alerta que além de multas, os empresários podem sofrer cassação do registro do produto, proibição de fabricação, cassação de licença do estabelecimento, interdição e intervenção administrativa [+]

4

Legislação » 06/10/2014 |

Varejista de gêneros alimentícios, antecipe protocolo para 1º de Maio

A orientação é válida inclusive para os empresários que ainda não decidiram se abrirão o estabelecimento nesta data. É importante que façam a solicitação antecipadamente [+]

5

Legislação » 06/10/2014 |

Gratificação pelo Dia do Comerciário (30/10) está na Convenção Coletiva

Devido à data, foi concedido ao empregado do comércio uma gratificação em forma de indenização ou folga a ser combinada [+]

ATENDIMENTO - CAMPINAS

  • Segunda a Sexta das 8h30 às 17h45
    Horário de Almoço das 11h30 às 12h30
  • Rua General Osório, 883 - 4° andar – Centro
    13010-111 – Campinas (SP)
  • Tel./Fax (19) 3775-5560

ATENDIMENTO - INDAIATUBA

  • Segunda a Sexta das 9h às 18h
    Horário de Almoço das 12h às 13h
  • Rua Bernardino de Campos, 562 - SOBRELOJA, Sala 2 – Centro
    13330-260 – Indaiatuba (SP)
  • Tel./Fax (19) 3834-2636

® Sindivarejista - Sindicato do Comércio Varejista de Campinas e Região - 2010

Error in my_thread_global_end(): 1 threads didn't exit